Return to site

Instituto Nacional do Câncer alerta: agrotóxicos e transgênicos causam câncer

A luta contra o consumo de agrotóxicos tem sido crescente e significativa nos últimos anos. Os trabalhadores(as) do campo, produtores da agricultura família, há tempos denunciam os perigos da utilização de venenos no cultivo dos alimentos. Porém, é possível que muitos ainda entendam que esta luta é feita por aqueles que têm apenas interesse em comercializar seus produtos, assim como os grandes produtores do agronegócio.

Contudo, o embate contra o uso de agrotóxicos ganhou força significativa com o alerta emitido pelo Instituto Nacional do Câncer, em abril de 2015. Através de um posicionamento, o INCA anunciou que “dentre os efeitos associados à exposição crônica a ingredientes ativos de agrotóxicos podem ser citados infertilidade, impotência, abortos, malformações, neurotoxicidade, desregulação hormonal, efeitos sobre o sistema imunológico e câncer”.

Anteriormente, no ano de 2012, a Unidade Técnica de Exposição Ocupacional, Ambiental e Câncer e a Unidade Técnica de Alimentação, Nutrição e Câncer do INCA organizaram o “I Seminário Agrotóxico e Câncer”, em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Na ocasião, profissionais da área da saúde, pesquisadores, agricultores e consumidores debateram os riscos à saúde humana decorrentes da exposição aos agrotóxicos, particularmente sua relação com determinados tipos de câncer.

No posicionamento, o instituto ainda reforça o consumo de alimentos livres, apresentando os benefício que este processo de produção apresenta. "Em substituição ao modelo dominante, o INCA apoia a produção de base agroecológica em acordo com a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica. Este modelo otimiza a integração entre capacidade produtiva, uso e conservação da biodiversidade e dos demais recursos naturais essenciais à vida. Além de ser uma alternativa para a produção de alimentos livres de agrotóxicos, tem como base o equilíbrio ecológico, a eficiência econômica e a justiça social, fortalecendo agricultores e protegendo o meio ambiente e a sociedade".

Fonte: Tenda Viva

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly