Return to site

Conheça os dez aliementos mais contaminados por agrotóxicos

Preocupada com a situação do país, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos

Você sabe exatamente tudo o que come? Às vezes pensamos que por fazer refeições ricas em vitaminas, minerais e fibras estamos garantindo que teremos uma vida mais saudável. Infelizmente, isso pode não ser verdade.

Os vegetais que chegam à nossa mesa podem estar contaminados por agrotóxicos de diferentes tipos, e geralmente estão. Preocupada com a situação do país, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA). O objetivo do projeto é assegurar que a quantidade de agrotóxicos utilizada nos alimentos estará de acordo com o Limite Máximo de Resíduo (LMR).

O que são e para que servem os agrotóxicos

Agrotóxicos são substâncias químicas ou biológicas usadas para combater possíveis pragas e doenças que possam causar danos às plantações. Existem três tipos: herbicidas (agem sobre as ervas daninhas), inseticidas (combatem as pragas) e fungicidas (atuam sobre os fungos que causam danos aos tecidos das plantas).

Alta concentração pode ser nociva aos seres humanos

O uso de agrotóxicos muitas vezes se faz necessário. Quando é usada a quantidade mínima eficiente, o agrotóxico não causa problemas de saúde em quem come os frutos da plantação. O problema é que muitas vezes as doses são excessivas, alguns agricultores chegam a usar tipos proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em suas lavouras.

É possível remover todo o agrotóxico lavando os vegetais?

Infelizmente, não. Lavar frutas e verduras em água corrente é fundamental, porém só retira parte do agrotóxico usado nas plantações. Estas substâncias acabam sendo absorvidas pelos alimentos e circulam, através da seiva, por todos os tecidos vegetais. Lavar os produtos só retirará a camada superficial de agrotóxicos.

Deixar de molho em soluções à base de cloro ou cloreto de sódio e permanganato de potássio elimina possíveis parasitas que estejam entre as folhas das verduras. Estes produtos estão à venda em supermercados e são distribuídos gratuitamente em postos de saúde mantidos pelo SUS.

Os dez alimentos que mais contêm agrotóxicos, segundo a Anvisa

A Anvisa divulgou uma lista com os alimentos que exigem cuidados, por apresentarem grandes quantidades de agrotóxicos ou tipos proibidos deles.

Veja a porcentagem de amostras contaminadas:

– Pimentão (80,0%)

– Uva (56,40%)

– Pepino (54,80%)

– Morango (50,80%)

– Couve (44,20%)

– Abacaxi (44,10%)

– Mamão (38,80%)

– Alface (38,40%)

– Tomate (32,60%)

– Beterraba (32,00%)

Que prejuízos os agrotóxicos trazem à saúde?

Estudos indicam que se ultrapassarmos quantidades dentro dos valores diários aceitáveis as consequências serão dores de cabeça, alergia e coceiras. Em casos mais graves de exposição direta, há possibilidade do aparecimento de distúrbios do sistema nervoso central e até câncer.

Como evitar ingestão de agrotóxicos?

Já que as verduras, legumes e frutas são indispensáveis para uma boa nutrição, devemos tomar todo cuidado ao comê-los. Embora, como já dissemos antes, lavar os vegetais não retire todo o resíduo de agrotóxico, a ação é importante para remover parte dele.

Outra dica é, se houver oportunidade, dê preferência aos alimentos orgânicos. Este tipo de alimento é cultivado sem o uso de substâncias químicas, por isso são mais saudáveis. Em cidades grandes já é possível encontrar feiras livres especializadas em orgânicos. Os supermercados também oferecem os produtos.

Fonte: http://saude.consultaclick.com.br

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly